972207543

Endereço
Rua João Basso, 231 - CEP 09721-100 - Centro - São Bernardo do Campo/SP
Sergio Galvão

24 de fev de 2011

Pré-Vestibular Quilombola

VINTE JOVENS QUILOMBOLAS SÃO APROVADOS EM UNIVERSIDADES PÚBLICAS!

O Pré-Vestibular Quilombola surgiu do forte incenti­vo da Educafro Nacional, através do Prof. Flávio que saiu de São Paulo e foi trabalhar naquela região.


Entre estes vinte jovens temos a primeira quilom­bola APROVADA no curso de MEDICINA, no campus I da Universidade Federal da Bahia, em Sal­vador. Marina
Barbosa da Silva, 19 anos, participou de dois pré-vestibulares comunitários (GRIOT e Quilombola) e estava já no seu 06º vestibular para Medicina! *“Meu grande sonho é me formar e voltar para a minha comunidade. Até porque lá
nunca foi um médico e eu quero poder ajudar o meu povo”. *

Atendendo jovens de comunidades quilombolas reconhecidas e identificadas de diversos municípios da região sudoeste da Bahia, o pré-vestibular quilombola aprovou vinte alunos do cursinho pré-vestibular quilombola de Vitória da Conquis­ta em vestibulares 2011.1 da UESB, UFBA e UEFS. Com a aprovação das políticas de ações afirmativas, também co­nhecidas como cotas, em todas as universidades públicas da Bahia, algumas instituições adotaram cotas adicionais especí­ficas para segmentos sociais mais atingidos pela desigualdade de oportunidades: quilombolas, indígenas e pessoas com defi­ciência. O Pré-Vestibular Quilombola surgiu do forte incenti­vo da
Educafro Nacional, através do Prof. Flávio que saiu de São Paulo e foi trabalhar naquela região. Foi um verdadeiro missionário da inclusão! A realidade de exclusão destacou a necessidade de uma preparação que viesse a suprir as lacunas acumuladas durante as trajetórias escolares dos jovens qui­lombolas desde a educação básica, com todas as dificuldades impostas pelos péssimos serviços públicos. Os outros obstá­culos são: as grandes distâncias, escolas fora das comunida­des, preconceito, pobreza e falta de recursos básicos, como transporte escolar e energia elétrica nas casas. “O povo or­ganizado superou e venceu! Está é a nossa proposta para todos os pobres do Brasil: vamos nos organizar e vencer! Tudo isto só foi possível por causa da conquista das cotas que eliminou a concorrência injusta com os alunos ricos que tem dinheiro para pagar as melhores escolas, não trabalham e são tratados a bifinho e danoninho”, afirmou o Frei David. O que o povo negro e pobre de São Paulo deve fazer para tomar as vagas na MEDICINA, na ODONTO, no DIREITO,
etc. da USP que continua sendo só ocupada pela classe dominante e, cada vez mais ampliando a exclusão do povo negro? Qual é sua opinião?

ATENÇÃO INTERESSADOS NA ZUMBI DOS PALMARES

Sejam guerreiros/as e lutem por seus sonhos.

 
A Faculdade Zumbi dos Palmares acaba de firmar uma nova parceria com a Educafro. Teremos bolas de estudos com valores a partir de R$ 147,50. Os interessados(as) devem comparecer nesta quinta-feira dia 24/02 às 18 horas na sede para orientações e encaminhamentos.

A novidade fica por conta da fantástica parceria, que permite aos interessados(as) nos cursos de  Publicidade e Propaganda, Pedagogia e Transporte de indicarem duas pessoas que pagarão apenas 50%. Na medida que os dois convidados  se matriculem aquele que os indicou receberá a bolsa integral.
Confira a tabela de cursos e valores :



ACORRENTADOS

PROTESTO NOS PORTÕES DAS ESCOLAS

 
 A falta de seriedade por parte de muitas escolas, na aplicação da lei 10.639, promulgada em 2003, pelo Presidente LULA, que define a obrigatoriedade do ensino da História dos Negros nas escolas PAR­TICULARES E PÚBLICAS, levou a Educafro a investir na preparação de atos políticos de Cidadania, a acontecer nos próximos meses. Dois grupos formados por 10 Militantes Negros, em cada grupo es­tarão treinados para fazer protestos relâmpagos. A Missão consiste em acorrentarem-se bem cedo, nos portões da escola, antes da abertura, dificultando a entrada dos alunos. Todos os alunos serão levados a refletir através de um panfleto, a ser distribuído naquele local. Será assim realizado: um dia em uma escola particular e no outro em uma Pública. E assim sucessivamente. O objetivo é despertar a responsabilidade das escolas particulares e públicas sobre a importância da lei 10.639. As primei­ras escolas a serem ocupadas serão as que não estão colocando em prática a lei 10.639. Que dia acontecerá? Quais escolas serão as primeiras escolhidas? Estas informações estão guardadas a sete chaves! Militantes da Educafro: vamos à ação por mais respeito à história do nosso povo negro! Em sua opinião, após 8 anos, por que as escolas não colocam em prática esta lei? O que estaria alimentando esta postura?

Bancada negra quase dobra no Congresso

 

Embora representem 51% da população, afrodescendentes ocupam apenas 8,5% das cadeiras no Parlamento

Levantamento mostra que subiu de 25 para 43, na atual legislatura, o número de deputados que se autodeclaram afrodescendentes. Para lideranças do movimento negro, dados mostram sub-representação e exclusão racial

Fábio Góis
A representação negra cresceu no novo Congresso. O número de deputados que se autodeclaram negros saltou de 25 (5%), no começo de 2007, para 43 (8,5%) na atual legislatura. De maneira mais tímida, também aumentou a relação de deputados estaduais e distritais que se apresentam como afrodescendentes: passou de 30 para 39. No Senado, a bancada continua reduzida a apenas dois senadores: Paulo Paim (PT-RS) e Magno Malta (PR-ES).
Os dados fazem parte de levantamento feito pela União de Negros pela Igualdade (Unegro) em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). O estudo se baseia em informações oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e nas declarações dos próprios parlamentares para traçar um mapa da participação negra na política brasileira.

Os parlamentares que se autodeclaram afrodescendentes
Apesar do crescimento, a presença dos negros no Legislativo ainda reflete um país marcado pela exclusão racial. Essa é a avaliação de lideranças do movimento negro sobre os resultados da pesquisa. "Esse fato revela o grande escândalo nacional da exclusão racial. Não consigo compreender como uma população com mais da metade de negros é tão mal representada no Congresso. Ora, para a nação ser justa, deveríamos ter também 51% de afrobrasileiros no Parlamento", afirma o diretor nacional da organização não-governamental Educafro, Frei David.
O coordenador de comunicação da Unegro, Alexandre Braga, diz que a pesquisa mostra como os negros ainda estão fora do processo decisório da política brasileiro. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 51,1% dos brasileiros se declaram pretos ou pardos.
"É uma grande discrepância. Em termos de representação parlamentar, há uma disparidade muito grande. Em outros setores – como educação, saúde e violência – você constata que a população negra sempre está na escala mais baixa. A pesquisa mostra que estamos sub-representados também no poder político", avalia Alexandre, que coordenou o estudo, batizado de "Balanço eleitoral do voto étnico negro e presença dos negros no parlamento". Confira a pesquisa.
Sub-representação em números
Mais da metade dos 43 deputados que se autodeclaram negros está concentrada em apenas três partidos: 14 no PT, seis no PMDB e outros seis no PRB. Os demais estão distribuídos por nove legendas: PCdoB (4), DEM (3), PDT (3), Psol (2), PR (1), PSC (1), PSB (1), PTB (1) e PSDB (1).
Menos da metade das 27 unidades federativas tem representantes negros na Câmara. Estado com a maior população negra, a Bahia aparece ao lado do Maranhão e do Rio de Janeiro como a bancada com maior número de integrantes afrodescendentes. Cada um desses estados elegeu sete representantes negros. Minas Gerais vem em seguida com cinco nomes. Ceará e São Paulo, com três, Amapá, Acre, Roraima e Pará, com dois, e Espírito Santo, Tocantins e Pernambuco, com um cada, completam a relação.

Bahia, Rio de Janeiro e Minas Gerais são também os estados brasileiros que mais elegeram deputados estaduais negros, segundo o estudo da Unegro. A pesquisa mostra que em sete assembléias legislativas (Amazonas, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Santa Catarina) não há nenhum parlamentar que se autodeclara negro. O estudo também mostra que há apenas 52 vereadores que consideram afrodescendentes nas capitais brasileiras. A Câmara Municipal de Salvador, com 16 negros, é a que tem mais parlamentares de origem negra.
Peso da bancada
O balanço eleitoral revela um "voto étnico negro" ainda tímido, mas com potencial de crescimento no âmbito parlamentar. "Esse trabalho não teve o objetivo de identificar se o parlamentar era branco ou negro. Mas queria identificar o peso da bancada negra no Parlamento", diz Alexandre Braga, da Unegro.
O "peso da bancada negra" ao qual Alexandre se refere pode ser entendido como o potencial da causa da igualdade racial em arregimentar congressistas em sua defesa, o que pode ser medido pelo tamanho da Frente Parlamentar Negra no Congresso Nacional, que reunia até o início deste ano 220 deputados e quatro senadores. Em outras palavras, quanto mais congressistas identificados com a bandeira do colegiado e incluídos na frente parlamentar, mais poder de fogo a causa racial teria no Parlamento.
Criada em maio de 2007, a frente é composta por parlamentares de diversas origens étnicas, que reforçam o time dos 43 deputados e dois senadores na luta contra a desigualdade racial. Na avaliação de Alexandre Braga, o fato de haver muitos mestiços no Congresso acaba favorecendo a atuação da frente parlamentar.
"De certa forma, a bancada não tem o objetivo de demarcação entre mestiços e não mestiços. Na verdade, o nome correto da Frente é Frente Parlamentar Mista de Igualdade Racial. Obviamente, entra todo mundo – negro, indígena, mestiço, branco. Quanto mais adesão, melhor. Queremos ser tão respeitados como a bancada ruralista, a da criança e do adolescente, a da mulher", afirma.
Hora da virada
Fundador da Educafro, Frei David também acredita que o leque de composição da Frente Parlamentar da Igualdade Racial transpõe restrições genéticas. "Na verdade, a frente tem uma lógica diferente. Pode entrar qualquer deputado ou senador que acredita e sempre lutará em prol da causa", completa Frei David, citando o ex-senador Marco Maciel (DEM-PE) e o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), como exemplos de parlamentares que se comprometeram com a bandeira da igualdade racial.
"O fato de estar na frente não significa que o parlamentar tem um pé na África", resume Frei David, elogiando a Unegro ao se dizer "feliz em saber que as entidades vêm trabalhando com técnica e estratégica para a vitória do povo negro acontecer". Vitória que, para ele, depende da consciência e do engajamento da própria população negra. "O problema está em todos os setores da sociedade, mas principalmente na própria falta de consciência de parte da comunidade negra. A virada se dará somente quando o negro gostar de ser negro e se assumir como tal. Vou confessar que só aos 23 anos me assumi como negro", admite Frei David.
    
Autodeclaração
Para que um parlamentar fosse considerado negro e incluído nas estatísticas do levantamento, foi utilizado o critério da autodeclaração, quando o próprio congressista se afirma como tal junto às assessorias das respectivas instituições públicas. Caso do deputado Irajá Abreu (DEM-TO), que, com características de uma pessoa morena, diz se considerar negro. Ele é filho da senadora Kátia Abreu (DEM-TO).
"Seguimos o critério do IBGE para qualquer tipo de pesquisa, levantamento ou análise, que é o da autodeclaração", explica o coordenador de comunicação da Unegro, Alexandre Braga. "Depois, entramos em contato com todas as assessorias das assembleias para confirmar se o deputado realmente se afirmava como negro", acrescenta.

De acordo com o coordenador, o estudo pode ser aperfeiçoado com a ajuda dos próprios parlamentares. "Aquele parlamentar que tomou conhecimento do estudo e não viu seu nome incluído na lista pode acabar procurando a Unegro e se dizer negro."
O primeiro parlamentar federal negro eleito foi Eduardo Gonçalves Ribeiro, que exerceu mandato de 1897 até sua morte, em 1900. Filho de escrava, ele havia sido o primeiro afrodescendente a assumir um governo de província, a do Amazonas, entre 1892 e 1896

22 de fev de 2011

EUA criticam racismo no Brasil

Telegramas dizem que problema mancha imagem do país

 

Marcelle Ribeiro, O Globo
A reputação internacional do Brasil de país tolerante na questão racial é manchada pela discriminação contra negros, na opinião de diplomatas americanos que revelam, em telegramas passados ao GLOBO pelo WikiLeaks, a preocupação dos Estados Unidos com o racismo brasileiro.
Um pacote de 25 telegramas da embaixada dos EUA em Brasília e do consulado em São Paulo, de 2004 a 2009, mostra que os americanos creem que os brasileiros não dão a devida atenção ao assunto. "Muitos alegam que o racismo não existe, apesar das evidências esmagadoras do contrário", diz um telegrama.
"A discriminação contra afro-brasileiros mancha a reputação internacional do Brasil de país tolerante e lar acolhedor para centenas de grupos indígenas e imigrantes de todos os cantos do mundo", afirma outro.
Os americanos questionam a vontade dos brasileiros de tomar atitudes em relação à discriminação, afirmando que os setores público e privado têm obrigação de dar passos sérios para acabar com as dificuldades sociais e econômicas pelas quais os negros passam.
"A verdadeira questão é se os brasileiros, como um todo, estão prontos para reconhecer o problema e estão dispostos a agir", diz outro telegrama.
Os americanos também afirmam que 50% dos brasileiros seriam considerados negros nos EUA. Outro telegrama lembra a declaração polêmica da ex-ministra Matilde Ribeiro, da Secretaria Especial de Política da Promoção da Igualdade Racial do governo federal, que, em 2007, disse que "não é racismo quando um negro se insurge contra um branco".
Para um diplomata dos EUA, a declaração ajudou a chamar a atenção para o assunto. A implantação das cotas raciais nas universidades públicas também foi acompanhada pelos diplomatas, que ouviram diversos setores da sociedade e concluíram que a "questão é controversa".

21 de fev de 2011

Educafro lança, neste domingo o site

Educafro lança, neste domingo o site: www.leideiniciativapopular.com.br

Cujo objetivo é o de aprovar uma emenda à Constituição determinado que os salários dos políticos só poderão aumentar na mesma proporção do aumento do salário mínimo!

17 de fev de 2011

444 Vagas para pessoas com Deficiência

http://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_01.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_02.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_03.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_04.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_05.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_06.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_07.jpghttp://newsletter.bradesco.com.br/static_files/Newsletter/programa_febraban/images/index_08.jpg

UNICASTELO: BOLSAS PARA A EDUCAFRO

Imperdível!!



 
A UNICASTELO, em apoio ao trabalho de inclusão da EDUCAFRO, liberou-nos 60 bolsas de estudo em FILOSOFIA onde o aluno/a EDUCAFRO só pagará R$ 100,00 por mês até o fim do curso! Condição básica: a EDUCAFRO terá que conseguir 60 alunos para este curso! Nosso povo é guerreiro e tem meta!

Iremos conseguir! Em ENFERMAGEM, caso a Educafro consiga 10 alunos para o turno da manhã e 10 alunos para o turno da noite, o preço especial será de R$ 235,00 (noite) e de R$ 220,00 (manhã). Lembrem-se: este preço depende de todos os interessados darem as mãos e conseguirem estes 80 alunos: 20 para Enfermagem e 60 para Filosofia. Vamos a campo?

A parceria se amplia nos demais 50 cursos da UNICASTELO: ou seja: em todos os demais cursos poderemos encaminhar alunos com bolsa de 50%. 
O QUE FAZER PARA SER CONTEMPLADO COM UMA BOLSA?
1) Ter o perfil socioeconômico exigido para bolsa ProUni de 100%;
2) Participar da reunião de acolhida da Educafro: todas as quintas às 18h00 ou sábados às 16h00;
3) Seguir as orientações dadas em reunião. Se você seguir rigorosamente as orientações poderá estar matriculado em 15 dias!
4) As bolsas são voltadas para iniciantes e para aqueles que já começaram a cursar qualquer faculdade e que foram obrigados a abandonar seus cursos, por problemas financeiros, etc..

Clique aqui para ver a relação dos cursos nas unidades:

Clique aqui para ver a relação dos cursos nas unidades:




 

16 de fev de 2011

Educafro da Exemplo de Inclusão!

Moradores de rua (alunos da Educafro) que passaram nas universidades!

O Jornal da TV GLOBO, SP-TV, desta terça, dia 15/2/2011,às 6h30min trouxe uma reportagem bem elaborada com dois moradores  de rua (alunos da Educafro) que passaram nas universidades. Irão cursar BIOLOGIA e SERVIÇO SOCIAL.

15 de fev de 2011

2º Feira da Carreira Pública

A Educafro convida todos(as) seus alunos(as) professores(as) coordenadores(as) para participem desta feira.

De 18 a 20 de fevereiro, São Paulo sediará a segunda edição da Feira da Carreira Pública.Será realizada no Palácio de Convenções do Anhembi.  A entrada é gratuita! A Feira reunirá autoridades públicas e especialistas na área de concursos, que vão orientar e esclarecer sobre as tendências das seleções públicas para este ano e também darão dicas de como se preparar. Somente em 2011 estão previstas mais de 100 mil vagas em concursos, com salários iniciais que podem chegar até R$13.879,00. A entrada é gratuita.

A Educafro convida todos(as) seus alunos(as) professores(as) coordenadores(as) para participem  desta feira para conhecerem as características do setor público nas áreas: fiscal, jurídica, judiciária, policial, educacional e militar, as carreiras existentes, as oportunidades de evolução profissional e dicas de preparação para provas. Além disso, os interessados poderão ter contato com diretores de recursos humanos de instituições públicas e concorrer a brindes como livros, bolsas de estudo e descontos em cursos.

Além disso, os visitantes também poderão contato direto com representantes de instituições como o Banco Central, o chefe de Gestão de Pessoal, José Clovis Dattoli, o então secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamentoe Duvanier Paiva Ferreira. Teremos também a presença do Juiz Federal e especialista em concursos públicos, Dr. William Douglas que é amigo e parceiro da Educafro. Ele ministrará sua palestra no dia 20/02 às 18 horas. Não perca tempo! Adquira já seu convite chegando 2 horas antes na feira e retirando-os nos postos espalhados ao longo da Feira!

11 de fev de 2011

Já pensou em morar e estudar nos Estados Unidos da América?

Conhecer sua cultura?


A EDUCAFRO, mais uma vez pensando na preparação de nossos aprendizes para o mundo corporativo e acadêmico, está em forte diálogo para estabelecer intercâmbios com escolas (ensino médio), faculdades e universidades estadunidenses!
Já pensou em morar e estudar nos Estados Unidos da América? Conhecer sua cultura?Para saber maiores informações, não perca a Reunião Geral dia 20 de fevereiro às 9 horas na sede da Educafro!

10 de fev de 2011

Reunião Geral Educafro - 20/02 - 9hr

Reunião Geral Educafro

Neste dia teremos muita informação, cultura, cidadania e entretenimento.

Anote ai em sua agenda: No dia 20/02 às 9 horas acontecerá a primeira Reunião Geral Educafro de 2011. Neste dia teremos muita informação, cultura, cidadania e entretenimento. Lembramos que o sistema de transporte da Cidade de São Paulo permite que você possa fazer até 4 viagens de ônibus por até oito horas, pagando uma única tarifa, portanto ao término da reunião você poderá visitar também museus, parques, teatros, etc... sem gastar mais por isso. Aproveite! saiba mais em http://www.sptrans.com.br/bilhete_unico/amigao.aspx
Estão convocados(as) todos os(as) alunos(as) professores(as) coordenadores(as) e Solidários(as) da Educafro. Você não pode ficar de fora dessa!

9 de fev de 2011

Seminário

Faculdade de qualidade por apenas 99,00 reais,isso é possível?


 
 
Faculdade de qualidade por apenas 99,00 reais,isso é possível?
 
Chegou o grande momento que você tanto esperava, a
 FAPPES – Faculdade Paulista de Pesquisa e Ensino Superior, acaba de fechar com a Educafro, uma das melhores parcerias de todos os tempos. São valores espetaculares nos cursos de administração manhã R$ 99,00 e noite R$ 125,00.
Portanto é a sua grande chance Guerreiro/a da Educafro de começar o ano de 2011, com sua vitória garantida e cursando umas das Faculdades mais bem conceituadas pelo MEC.
O que você precisa fazer para aproveitar essa oportunidade especial?
Como as vagas são limitadas (30 pela manhã e 70 a noite), e essa é a última semana de inscrição, tendo em vista que o vestibular acontecerá no próximo dia 12/02 as 10 horas da manhã, na própria faculdade. Os encaminhamentos estão sendo dados até sexta feira 11/02 das 10:00hs às 20:00hs, após o pagamento da taxa de R$ 10,00 reais e se cadastrar no site WWW.fappes.edu.com.br .
Aproveitem e divulguem essa grande chance de se tornar um universitário/a

Amaro Braz
Setor de Núcleos
3107-5024
7457-6056

Dia da Escolha Cursos METODISTA




Hoje é o grande dia da escolha das vagas Remanescentes na METODISTA



09/02/2011 - Salão Nobre - Campus rudge Ramos, às 14h



Tenha em mente 2 cursos.



Boa Sorte á Todos




A Educafro apostando na transformação que todos sonham!

Imperdível!

Quem se interessa em estudar em áreas extremamente promissoras
tem mais uma chance com a parceria da Educafro com a HOTEC.

Situada em local privilegiado, com prédios próximos ao metrô Santa Cecília, a HOTEC tem como foco cursos de graduação e pós graduação que preparam estudantes para os desafios do século XXI. Nutrição, Hotelaria, Turismo são exemplos dos cursos oferecidos pela faculdade. Em Nutrição a(o) estudante da Educafro pagará uma mensalidade de R$ 150,00, nos outros cursos o valor é ainda mais
especial, apenas R$120,00 por mês.

Em tempos de Copa do Mundo, Olimpíadas, aumento da rede hoteleira, ampliação dos aeroportos, novas companhias aéreas, construção de hospitais, grandes restaurantes na capital mundial da gastronomia você acha que faltará emprego para quem estiver bem qualificado ? Você vai perder essa chance ?

Participe das Reuniões de Acolhida da Educafro para orientações
e encaminhamento.

É a Educafro apostando na transformação que todos sonham.
Veja na tabela abaixo os cursos e valores.

VESTIBULAR ESPECIAL IBIRAPUERA – NOVAS BOLSAS

Não perca tempo!


Boa notícia! A Universidade Ibirapuera acaba de reformular a parceria com a Educafro e está oferecendo bolsas de até 77% em vários cursos, com mensalidades a partir de R$ 99,00. Você que é guerreiro(a) e quer entrar na faculdade ainda neste semestre, não perca tempo!
Todos(as) os(as) interessados(as) devem comparecer às reuniões de acolhimento da Educafro, que acontecem todas as quintas – feiras, às 18 horas, ou aos sábados às 16 horas
A Universidade Ibirapuera realizará no dia 24 de fevereiro um Vestibular Especial para o público da Educafro em dois horários, às 09:00 horas ou às 19:30 horas,
Observações:
1 - O Vestibular Especial será aplicado unicamente na unidade Chácara Flora( interlagos);
2  - O resultado dos aprovados(as) no Vestibular Especial será divulgado no dia 25/02/2011, unicamente na sede da Educafro na reunião de coordenadores que acontecerá às 18 horas;   
3 – Os(as) interessados(as) só poderão se inscrever pelo link http://www.unib.br/educafro2/, ou seja, NÃO HAVERÁ INSCRIÇÃO PRESENCIAL NA UNIVERSIDADE.
4 - Durante a inscrição no site da Universidade Ibirapuera será gerado um boleto  no valor de R$ 25,00. Este deve ser ignorado, pois os alunos(as) que estiverem com a carta de encaminhameto ro serão isentos da taxa.
Confira abaixo a tabela de valores:

7 de fev de 2011

Mini Info


Mini Info Educafro

Janeiro 2011


Mini INFO



Como participar ?

 


 
Como Fazer parte

Se você já concluiu o segundo grau ou está em via de terminar e quer
ingressar na universidade, ou quer ser professor/a voluntário/a em nossos projetos, então não perca tempo: o primeiro passo para quem quer ser aluno/a, professor/a ou coordenador/a da  Educafro é entrar em contato pelo email: evolucafro@hotmail.com

Os nossos objetivos.

Objetivos

O objetivo geral da EDUCAFRO é reunir pessoas voluntárias, solidárias e beneficiárias desta causa, que lutam pela inclusão de negros, em especial, e pobres em geral, nas universidades públicas, prioritariamente, ou em uma universidade particular com bolsa de estudos, com a finalidade de possibilitar empoderamento e mobilidade social para população pobre e afro-brasileira. São objetivos específicos da Educafro que contribuem para o cumprimento de sua missão: organizar e provocar o surgimento de núcleos de pré-vestibular (novos núcleos) nas periferias de todo Brasil; proporcionar surgimento de novas lideranças e cidadãos
conscientes nas comunidades e nas universidades; formação cidadã e acadêmica através das aulas de professores voluntários nos cursinhos comunitários, como também:

 ·         Apresentar propostas de políticas públicas e ações afirmativas aos poderes executivos, legislativo e judiciário;

 ·         Difundir princípios e valores que contribuam para a radical
transformação social do Brasil e Américas, com fundamento no ideário cristão e franciscano;

 ·         Despertar nas pessoas a responsabilidade e autonomia na superação de dificuldades as tornando protagonistas de suas histórias;

 ·         Valorizar radicalmente, a organização de grupos sociais e
populares como instrumento de transformação social e pressão junto ao Estado;

Saiba o que é a Educafro.


Quem somos
A Educafro – Educação e Cidadania de Afro-descendentes e Carentes, rede de cursinhos pré-vestibulares comunitários, é uma entidade do movimento negro, sem fins lucrativos que luta por justiça. A Educafro visa converter as estruturas institucionais que secularmente oprimiram o povo pobre e negro, de modo que estas instituições estejam a serviço dos excluídos.

COORDENADORES(AS ) DE NÚCLEOS DA EDUCAFRO

2011 será um ano de muitos desafios e a transformação social que objetivamos só será alcançada com a efetiva participação das(os) responsáveis por todos os núcleos da Educafro.


Com o intuito de encaminharmos novas(os) estudantes, professoras(es) e outras pessoas que procuram realizar trabalho voluntário nos núcleos da Educafro desde o inicio das atividades letivas nas regiões a sede nacional da Educafro solicita que todas(os) as(os) coordenadoras(es) de núcleos que funcionaram em 2010 que nos enviem um breve relatório das pretensões e necessidades dos núcleos para 2011. Nesse relatório deverá conter:

a)      A estimativa do número de coordenadoras(es), professoras(es) e alunos para 2011;

b)      Se o núcleo será mantido no mesmo local;

c)      Provável data de início das aulas;

d)     Caso corra o risco de não funcionar, que relate por qual motivo.

Os relatórios deverão ser entregues até o dia 04 de fevereiro de 2011, através do e-mail: setordenucleos@yahoo.com.br ou diretamente na nossa sede, na Rua Riachuelo n°342, Centro. Contamos com a participação de todas(os) para que desde o inicio do ano letivo possamos fazer com que 2011 seja um ano de grandes vitórias para as(os) estudantes da Educafro.